Venturoso Ano Novo

Na vida o tempo
Se revela com dupla função:
Ser um grande aliado
Ou uma grande maldição.
Tu foste o ano de minha bem-aventurança,
Abriste as portas de novos tempos,
Desfizeste a ambiguidade e plantaste a esperança.
És um marco em minha vida,
Pois em ti renovei forças
E encotrei guarida.
Para sempre indelével, és tu, meu ano dourado,
Me fizeste vislumbrar um horinzonte exitoso
E navegar em mares nunca dantes navegados.
Tu és a inspiração de anos vindouros.
Como te aprecio e te aplaudo
Meu ano de ouro
Te esperei com tenaz ansiedade
Mesmo em meio ao caos
E oa desentendimento
Sabia que como luz no fim do túnel,
Despontarias para ser o meu alento.
Seja bem-vindo
Meu ano de ouro,
E sejas o portal promissor de outros anos vindouros.

Venturoso Ano Novo (corrigido)

Na vida o tempo
Se revela com dupla função:
Ser um grande aliado
Ou uma grande maldição.
Tu serás o ano de minha bem-aventurança,
Abrirás as portas de novos tempos,
Desfarás a ambiguidade e plantarás a esperança.
Serás um marco em minha vida,
Pois em ti renovarei forças
E encotrarei guarida.
Para sempre indelével, serás, meu ano dourado,
Me farás vislumbrar um horinzonte exitoso
E navegar em mares nunca dantes navegados.
Tu serás a inspiração de anos vindouros.
Como te aprecio e te aplaudo
Meu ano de ouro
Te esperei com tenaz ansiedade
Mesmo em meio ao caos
E oa desentendimento
Sabia que como luz no fim do túnel,
Despontarias para ser o meu alento.
Seja bem-vindo
Meu ano de ouro,
E sejas o portal promissor de outros anos vindouros.

PARA 2011

F inalmente a oportunidade
E sta, de um recomeço
L amentar nem vale à pena
I gnore quem te fez pequena
Z ere o que foi tropeço

D eixe as decepções pra trás
O lhe pra frente, confiante
I mponha-se, você é capaz
S air da luta triunfante

M as nunca deixe, na caminhada,
I nvestindo nos projetos seus,
L evar a fé tão desejada

E levar seu coração a Deus

O lha que fazendo o que sempre fez
N ada mudará, sem engano
Z ele pelos seus sonhos, mais uma vez
E que seja realmente um novo ano

Feliz Ano Novo

91 – FELIZ ANO NOVO

Feliz ano novo, amor
Onde quer que você esteja
Em qualquer tempo, em qualquer lugar
E como os brilhantes fogos no céu
Meu coração também explode de amor
Em cada luz uma estrela a te buscar

Feliz ano novo, minha vida
Quem sabe o próximo estaremos juntos
E não haverá mais solidão
De quem te busca há tanto tempo
Onde a busca é tão intensa
Que nem mesmo sinto o próprio coração

Feliz ano novo, minha querida
Que Deus te abençoe e proteja a cada segundo
Nas coisas que com você eu não pude ter
Mas, tenha sempre a eterna certeza
De que onde quer que eu esteja
Eu estarei sempre a te querer

Feliz ano novo, minha eterna mulher
Olha para o céu e veja aquele fogo subindo
Entre milhares deles um jamais irá se apagar
Este único fogo será puxado pelas estrelas
E em estrela ele irá se transformar
Para sempre, sempre contigo ficar

Autor: Alfredo Kleper Lavor

Noite do Sol Nascente

A luz das eternas Estrelas se misturava com o brilho da cidade e à frente as ondas iam e voltavam como uma doce memória que insiste em nos visitar.
Mão e mão entrelaçavam enquanto anjos dançavam pelo ar na noite clara e cintilante que aflorava em esplendor o belo véu que formava o anúncio da Nova Era que chegava.

Explícito afeto, de batom marcou um verso e perfumou estrofes. Ali não havia espaço para incertezas ou para qualquer sentimento diferente de alegria. Tudo fazia sentido e o contentamento foi tamanho que não me contive de tanto. No esperançoso horizonte, longe de onde o lirismo de nosso momento se revigorava, havia quadros artísticos de sonhos em forma de notas musicais. Estas embalavam a dança angelical distante, próxima ao brilho dos Navios.

Meu espírito escrevia o mais belo soneto em homenagem ao sorriso estampado nos lábios responsáveis por minha inocente euforia naquele momento. A beleza do céu negro era visitada por um espetáculo de fogo e som que representava desejos, memórias, tradições e comemorações daqueles que os viam ou produziam.

Um abraço se fez real e meu carinho se fez presente do meu presente que me carinhava de forma recíproca. Dois inteiros se uniam para completar as metades invisíveis das almas que transcendiam o calor de corpos já familiarizados. A dona de minha meninice sorria enquanto as ondas do mar insistiam em nos saudar os pés …

O passado dizia adeus com um semblante carismático e saudoso.
Assim se encerrou o Capítulo do Renascer do Livro de minha Vida.

O Sol nasceu mais uma vez, finalizando o espetáculo vivido naquela noite singular.

Que caiam as cortinas.

Links para download gratuito de meus livros:

Noites em Quitaúna:
http://www.4shared.com/zip/r0pK7pe0ba/Noites_em_Quitana.html

R. Marquês de Itu S/N:
http://www.4shared.com/zip/Xh4P7Pfuba/R_Marqus_de_Itu_S-N.html

Mais um ano se passou . . . !!!

mais um ano se passou
o tempo voou
E tudo mudou
Crianças cresceram
Pessoas ''morreram''

O ano se passou
O que fizemos ?
O que somos ?
O que mudamos ?

O ano se passou
O dia a dia ficou
Extremamente apertado
Para fazer tudo que nem ''raios''

O ano se passou
Novas pessoas conhecemos
E novos sonhos criamos
A verdade seja dita,
Momentos que não voltarão

O ano se passou
O que podemos dizer de quem somos
Ou do que nos tornamos
Simplesmente revelamos
Quem realmente somos

Mas no fim
Foi apenas mais um ano
Do qual lembrarei pouco
Mas guardarei
O que com ele aprendi
E me tornarei mais feliz !!!

Feliz 2011

Desejo que no Ano de 2011 que se inicia você realmente…
Ouça as palavras que sempre desejou ouvir;
Pronuncie as frases que um dia desejou repetir;
Sinta a emoção que sempre esperou sentir;
Caminhe pelos trilhos que um dia desejou seguir;
Divida o carinho com quem sempre desejou repartir;
Abrace todos os amigos que sempre desejou reunir;
E viva a vida que sempre sonhou existir…

Feliz ano novo(Poesia alexandrina)

Feliz ano novo(Poesia alexandrina)

Tu,grande pendão ao amor mui feliz e lindo!
Salvai-me o nosso coração ao Deus vivido,
Amai-me a vossa amizade branda à paz.
A luz airosa aos olhos do vosso carinho;
Vós,que podeis amar-me o vosso silfo…
Sois os vossos amores sem fel ao coração
Amo-te,fui dantes ao vosso coração do Cristo
O cálix bem-amado ao fulgor mais corações:

"Hás de embalar-me o nosso amor fulgente,
Amo as belas amigas pela felicidade…
Sorvei-me a bela amizade aos seus amores
Amo a languidez do vosso carinho ao Cristo."

Hão de abraçar-me o vosso carinho do Deus,
Tu,que dormes o ser luzente à força da luz
Amai-vos a nossa felicidade,querido Jesus!
Tu,que amas a vossa felicidade,querida.

Sê mui feliz como a vastidão deleitosa,
Torna-me a bela amiga mais amores de mim
Sobeja o vosso colo ao doce carinho,
Querida! És um amor fúlgido da minha vida.

Saudai-vos a vossa bela amizade,querida!
A vossa saudade da minha amiga sem fel,
Amo-te,és tão querida ao meu coração
Faze-me o feliz ano novo ao carinho!

Autor:Lucas Munhoz