Insignificância

A insignificância de ser humano
Quão desesperados estamos ou somos?
Para ter que criar um sentido para respirarmos?
Dizer que somos filhos do universo?
Inventarmos que temos um propósito para viver?

Temos a necessidade de nos matar na esperança de vivermos mais um dia
Comendo mentiras, para alimentar uma mente doentia
Destruímos a vida para alimentarmos nossa insignificância
E ainda justificamos essa matança com leis divinas
Para tentar diminuir nossa arrogância

Porque não acordamos e olhamos no espelho?
Se por acaso enxergasse-mos o obvio,
E passássemos a acreditar no próximo, será que melhoraríamos?
Ou será que tudo isso é só outra mentira para encontrarmos uma única saída
Para essa insignificância chamada de vida?

Será que tentando se desintoxicar dessas mentiras, encontraríamos uma saída?
Onda é quase obvio que a saúde do corpo esta acompanhada da doença da mente?
Será que a realidade enxergada faria que desejássemos ficar cegos?
Vale a pena se matar para viver só mais um dia?
Ou lutar pela vida sabendo que a vitoria é só uma mentira?

(Klaus Anonimo)

Asas

É só um sorriso
Talvez um olhar
Tentando esconder a curiosidade
Cada um tentando se evitar

Não foi de propósito
e sim uma mera coincidência
nossos olhares se encontraram
e assim como da primeira vez
Borboletas me tomaram a conciencia

Como um tolo, permiti que voassem
Sabendo que não era certo
Permiti que me controlase
Agora me encontro nesta situação

Borboletas não conhecem cercas
Seguem o curso do vento
voam para aonde desejam
tentando curtir o momento

Estão indo onde as ondas quebram
Talvez buscando as marinas, onde meu barco está
Com as velas recolhidas
Em águas tranquilas, sem muito se agitar.

Eu sei que irão voar para longe dos meus pensamentos
para que eu consiga navegar em paz
Cuidar das minhas pedras de Jade
E deixar o que senti para trás.

Ao avistar minha ilha, vou me dedicar a ela
A qual, eu sei, estará esperando por mim
E que assim, minhas borboletas sempre estejam voando
Em um campo de Jasmin.

(Klaus Anonimo)

Amor à distância…

Quando existe o verdadeiro amor entre duas pessoas,
a distância maior deveria ser da boca ao coração,
distância maior que isso se torna ruim.

À distância nós faz sofrer,
mas também faz aumentar o sentimento do amor.

Longe de ti a saudade aperta dentro do peito.

Fica uma grande dor e uma sensação de abandono.

Ah! Se ao menos pudesse olhar-te por alguns momentos!

Mas por causa da distância só existe a saudade gelada.

Tudo se desfaz quando alvorece e acaba a noite;
é quando o sol nasce em meu coração,
e no amanhecer escuto sua voz ao telefone.

Teus suspiros anunciam o prazer
que vem da tua alma, do teu desejo,
Fecho meus olhos te imagino,
tenho a completa certeza da presença de teu corpo,
toda alegre e descontraída toda menina, toda mulher,
trazendo o teu amor ingênuo ou sem censura.

Prevejo o brilho dos teus olhos,
brilham mais que as estrelas do céu.

Como em névoa e em sonhos,
eu te imagino diante de mim e te abraço carinhosamente,
num enlaço eterno.

Então, quando a distância deixa de existir entre nós,
vejo como é bom ter-te em minha vida,
deixamos de ser dois e passamos a ser somente um.

Então numa alegria incontida e um desejo insano,
como num conto de fantasias,
verdadeira magia deixamos a distância para traz,
e nos amamos sem tréguas,
da maneira e forma que queres, que momento sublime!

Tudo é amor, ternura e paz.

Não existe distância, tenho você ao meu alcance,
beijo teus lábios numa emoção incontida,
são tão doces; semelhantes a dois favos de mel!

Agora sei plenamente que para quem ama verdadeiramente não existe,
distância concreta, fronteiras, tempo ou espaço.

Somente quem ama conhece estes acontecimentos e fatos,
verdadeiramente amo.

Quero deixar de sonhar e trazer você para minha realidade.

Como é bom te amar!

Eliezer Lemos

JARDIM DAS ROSAS

No jardim das rosas
Encontrei um grande amor (ô, ô, ô, ô)
Encontrei uma rosa
Que no meu coração ficou.

Ela chegou feito um turbilhão,
Fez revolução, fiquei a suspirar.
Eu gosto da rosa,
E para sempre a irei amar.

Vou amar, ela amarei,
Estou muito feliz
Com este amor que encontrei.
Vou amar por toda minha vida,
No jardim das rosas eu colhi a mais bonita.

*Aluízio Pereira – Edmundo de Souza.

Tudo em minha volta lembra-me você

Tudo me lembra você meu amor! Minha vida!

Os versos que fiz e os que agora começo a compor, tenham eles rima ou não, mas o que vale é o que dita o meu coração.

A maioria deles que fale deste grande sentimento que tenho por você, do meu grande amor que chega a doer dentro de meu peito.

Ao contemplar a natureza exuberante lembro-me de você; o verde das árvores, as águas dos rios, lagos e lagoas.

As majestosas cachoeiras e a imensidão do mar com as Gaivotas sobrevoando e dando seus mergulhos certos em busca de seu alimento que é constituído de pequenos peixes que aos saltos tentam escapar de seu trágico destino.

A agitação das ondas que quebranta nas areias das praias trazendo pequenas conchas.

Uma queda d’água em forma de cascata descendo dos altos rochedos formando espumas e neblinas que nos atinge refrescante.

Uma chuva forte ou fina banhando, regando mansamente as relvas e flores; uma folha solta caindo lançada pelo vento, ou uma pétala de flor caindo.

Ouvir os cantos dos pássaros, observar os pombos revoando as praças numa manhã esplendorosa. As árvores copadas nas praças das cidades com pássaros gorgolejando seus cantos maravilhosos.

O céu azul com nuvens brancas com seus formatos diversos que se modificam ou se dissipam pela ação do vento. O sol com seu calor aconchegante. A lua, os planetas e as estrelas cadentes; tudo me emociona e me faz lembrar você.

Meu amor! Minha vida! Meu tudo! É impossível contemplar ou pensar na natureza e não pensar em você, não ter você em meus pensamentos.

Sim amor é assim que te amo!
É assim que tenho você constantemente dentro de mim!
Este sentimento domina minha mente e coração, e transforma todas as amarguras desta vida em plena felicidade e completo gozo!

Obrigado por sua deleitosa existência e por seu amor e carinho.

Eliezer Lemos

" a noite sozinho"

"Nessas noites de ventos tao frios,
sinto-me sozinho pensando no amor
Logo meu coração se enche de fulgor
aquecendo-me de idéias, sentimentos
pulsações,calor,vai me envolvendo…

Sentimentos surgem espalhando-se
E vão tomando conta de minha alma
Tornando-me um pobre sonhador,
Tento exprimir de várias formas
mas,sua imagem e um reflexo em mim

Essa saudades com bons sentimentos,
eu sei que somente ela pode acalmar
E espero estar sempre ao lado dela
não ha forças em mim nessa hora,
que possa mim trazer alegrias agora

amor,quero sonhar contigo para que,
juntos sejamos sempre dois em um,
e em tua companhia podermos juntos
construirmos um so caminho por favor!
Jamais me deixe sonhando sozinho…

Não estou podendo

Não estou podendo abraçar essa causa
O meu amor precisa de uma pausa
Pra suportar tanta falta de interesse
Há, sei de que não adianta ser especial
Tentar ser natural e mostrar o meu valor
Na escola da vida eu vou aprendendo
Um erro aqui e um acerto acolá
Mas no fundo eu quero acertar
Viver e amar com você, alimentar os seus e os meus sonhos
Não só com bombons e carinho, mas com muito amor
Há, sei que não adianta te procurar agora
Que você está na primavera
Esperarei o inverno, para chegar e aquecer seu corpo
Quero mais é tocar seu coração
E nele guardar tudo que possa trazer você pra mim
E nele apagar os momentos tristes e colocar mais alegria
E momentos felizes de nós dois
Quero mais é tocar seu coração
Levar seus olhos para um mundo melhor
Ninguém mais vai te deixar sozinha, enquanto eu existir
O meu dia começa melhor com você por perto
Um simples telefonema, um beijo, qualquer coisa que me aproxime de você
Aqui não tem lugar para a solidão, só um coração procurando você

Eliezer Lemos