Noite do Sol Nascente

A luz das eternas Estrelas se misturava com o brilho da cidade e à frente as ondas iam e voltavam como uma doce memória que insiste em nos visitar.
Mão e mão entrelaçavam enquanto anjos dançavam pelo ar na noite clara e cintilante que aflorava em esplendor o belo véu que formava o anúncio da Nova Era que chegava.

Explícito afeto, de batom marcou um verso e perfumou estrofes. Ali não havia espaço para incertezas ou para qualquer sentimento diferente de alegria. Tudo fazia sentido e o contentamento foi tamanho que não me contive de tanto. No esperançoso horizonte, longe de onde o lirismo de nosso momento se revigorava, havia quadros artísticos de sonhos em forma de notas musicais. Estas embalavam a dança angelical distante, próxima ao brilho dos Navios.

Meu espírito escrevia o mais belo soneto em homenagem ao sorriso estampado nos lábios responsáveis por minha inocente euforia naquele momento. A beleza do céu negro era visitada por um espetáculo de fogo e som que representava desejos, memórias, tradições e comemorações daqueles que os viam ou produziam.

Um abraço se fez real e meu carinho se fez presente do meu presente que me carinhava de forma recíproca. Dois inteiros se uniam para completar as metades invisíveis das almas que transcendiam o calor de corpos já familiarizados. A dona de minha meninice sorria enquanto as ondas do mar insistiam em nos saudar os pés …

O passado dizia adeus com um semblante carismático e saudoso.
Assim se encerrou o Capítulo do Renascer do Livro de minha Vida.

O Sol nasceu mais uma vez, finalizando o espetáculo vivido naquela noite singular.

Que caiam as cortinas.

Links para download gratuito de meus livros:

Noites em Quitaúna:
http://www.4shared.com/zip/r0pK7pe0ba/Noites_em_Quitana.html

R. Marquês de Itu S/N:
http://www.4shared.com/zip/Xh4P7Pfuba/R_Marqus_de_Itu_S-N.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *