Balé das letras

As palavras dançavam nas paginas
Embaralhando letras e frases,
Os olhos não conseguiam acompanhar
O balé que a imaginação ensaiava.
Como uma chuva que tocava os dedos
Parágrafos escapavam…
Os lábios movimentavam-se,
Seguindo a sinfonia que os olhos,
Deixavam-se apaixonar.
Hora suspiros tomavam conta,
Em alguns momentos risos e lagrimas…
Entre uma capa e contra capa,
Uma vida se formava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *