Inspiração

Certa noite, um anjo veio a minha cama
Sentou do meu lado e assumiu o controle de minha mente
Subitamente tudo ficou claro
Como se estivesse olhando para o reino dos céus
Ele me deixou e levou a esplendida visão com ele
Mas me ainda assim me deixou algo
Algo que me fez pegar a caneta e começar a compor
Era uma inspiração divina no canto mais profundo da minha mente
Um pássaro feito de luz me deu plena maestria para este poema incompleto, pois em troca da habilidade entreguei minha sanidade…

(Arthur Z.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *