Os passos ao teu lado.

Quando era pequeno,
sentia tua presença em tudo,
sempre.
Sorria sem motivos.
Ao caminhar na praia,
via teus passos na areia.
Lado a lado.

Hoje, grande,
me sinto sozinho.
Perdido entre escolhas infelizes.
Olho,
não vejo tua marca na areia.
Só, estou.

Filho, olhes bem.
Não estás sozinho.
As pegadas na areia,
somente estão mais fundas.
Afundadas pelo peso de te carregar,
com meu amor.

Agora, a hora de levantar,
de não desistir.
Sejas forte, pois nunca estás só.
Meu amor te ampara,
sempre, aqui, estive.
Estou.

Pelo sopro da vida,
podes mudar tudo,
e voltar a sorrir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *