SAMBA DA RESSACA II

Não posso ouvir o batuque
Do surdo de marcação,
Ou o corte do rebolo,
Repicar o repique de mão.
Um cavaco swingando,
Reco, pandeiro e o tamborim
Que esqueço dos problemas,
E a tristeza tem seu fim!

É por isso que toda segunda,
Quando saio do trabalho,
Tenho outro compromisso
Que eu nunca deixo de lado…

Vou ao Samba da Ressaca
Pra terminar com animação,
O início de outra semana
De muito trampo e samba de montão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *