Políticos pinóquios

Não queriam fazer de lenha
Mas da brasa brasileira
De pau foi feito a cara
Da mais nobre arvoreira

A cara saíra caro
Porque mais pau se precisava
Pra fazer felizes faces
Nosso cofre esvaziava

Quem tinha calos é que sofria
Trabalhadores de respeito
Quem com o olho da cara pagava
Eram os Josés e os Gepetos

Porém Efervescente / Marcelo Plácido
Editora Inteligência. 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *