ACRÓSTICO IV

Antes não havia nada;
Nem luz, dia, alvorada…
Agora descobri nova vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *