Feliz Aniversário à minha avó

Feliz Aniversário à minha avó

"Passem-se dias, horas, meses, anos"
Vinicius de Moares

Gosto de ti, que eu te amo como o neto
Os seus anos são velhos que já passam,
Cheio de enleio, e os tempos não repassam…
Sem luzes e com festa do concreto.

Querida, que eu te escrevo o meu soneto
Sei que os meus choros do fulgor fracassam
Ai que carinho! Até que os versos laçam!…
Do meu presente em teu olhar direto.

Bem que eu te diga: "Parabéns, vovó!"
Essa felicidade entre a alegria,
Madura, pois assim sopra sem dó.

– E as veias que perdem o fogo aceso
Fui garotinho, em grande nostalgia
Com meu abraço carinhoso e preso.

Autor: Lucas Munhoz (Poeta rapaz) – 06/10/2012

DIA DA FRASE FEITA

Não irei desejar-te feliz aniversário, muitos anos de vida… Nem tão pouco violentar a folha em toda sua virgindade branca, para repetir frases que com certeza já lestes e relestes em diversos cartões. Irei concentrar-me, encher meu cérebro com pensamentos puros, sinceros, bons, para depois bombardear teu espírito com uma carga de vibrações super positivas.

Feliz aniversário (Soneto inglês XVII)

Feliz aniversário
(Soneto inglês XVII)

Meu amor,

Faça-me ser o seu amor eterno,
Serei teu, quem mora comigo em peito
Eu hei de segurá-lo a vida em jeito,
Te amo, pelo presente belo e terno.

Mas esse enleio amável, doce e forte
Te sinto ardentemente entre os desejos
Te abraço fortemente pelos beijos,
O meu coração vem bater… Em sorte.

Mas meu amor… Que seja tão intenso,
Te digo: "Parabéns, minha querida!"
Muitas felicidades, mais que a vida
Esconda-me o meu colo meigo e denso.

Hoje sessenta e um anos tão felizes,
Que Deus nos deu cantada… Que deslizes!

Autor: Lucas Munhoz (Poeta rapaz) – 18/09/2012

Poesia: 10 de Novembro

A pureza do teu olhar

Ainda me enfeitiça,

Prende a minha atenção

Ainda quero te amar

Ainda tenho você no coração.

Mas nem tudo é verdade

Passado levou a felicidade

O futuro está com a esperança

O presente tem o medo e a saudade

O medo de amar

A saudade vem relembrar

O que eu não quero esquecer

Você!

Feliz aniversário,

Feliz aniversário

É bom te ver.

Muitos anos de vida,

Muitos anos de vida

É bom te rever.

Magno Oliveira administra o blog Folhetim Cultural: http://informativofolhetimcultural.blogspot.com/
Sábados e domingos ás 6 da manhã escreve sua coluna No Café da Manhã com Poesia.
Sua poesia Heroico Sorriso foi publicada na Antologia Poética do 1º Concurso de Poesias Augusto dos Anjos. Poesia Amazônia foi publicada na primeira edição do jornal Mídia Ambiental. Poesia Poá participou das festividades de aniversário da cidade homônima em 2009. Atualmente participa de saraus e concursos pelo país, além de trabalhar em projetos de livros que devem ser publicados num futuro breve.
Contato: oliveira_m_silva@hotmail.com ou folhetimcultural@hotmail.com

Soneto do Feliz Aniversário

Soneto do Feliz Aniversário

A Marleninha Castilho “Anjo azul”,

Quero-te, ao vir da sanha como as musas…
Vai-te; pelo carinho que vos beijas,
Agora, ao meu sabor que me desejas
Em doce bolo, pois vós sois difusas.

Dou-te, pois queres as paixões confusas
Faço-te, em meus sabores das cerejas…
Sem lodo deleitoso, até que vejas,
O bolo é mui doce, pois já me abusas!

Que comerás, ao doce olhar da vida
O bolo, a carne, o vinho que já queres;
Que era a forte delícia, mui querida!

Langorosa, que vês as tuas flores,
Sê bem-vinda, sem perda dos prazeres
Digo-te: “Parabéns!”, pelos amores!

Autor: Lucas Munhoz 21/02/2012

Homenagem à minha musa do amor, feliz aniversário!
Parabéns, meu amor e minha doce musa.

Não me esqueci de Você [Aniversario]

Não poderia me esquecer desta
Data tão especial por ser você
Uma pessoa muito querida,
Passam-se os dias, os meses,
E tantas outras primaveras,
E finalmente chega a data
Em que comemora-se seu aniversario,
E neste dia, fogos de artifícios
Írão colorir o céu misturando-se
Ao brilho dos Astros fazendo tua
Estrela brilhar ainda mais aos
Aos aplausos merecidamente recebidos;
Um grande abraço, e muitas felicidades
Nesta Gloriosa data, Parabéns.

Autor; Joaquim Gomes Alves

"Um sonho de sobremesa"

Em quarenta minutinhos,
Vai aprender a fazer,
Um bolo delicioso
Para teu doce prazer

Junte os ingredientes,
Conforme vou ditando,
e muito rapidamente
estaremos aproveitando.

Com duas xícaras de trigo
E também duas de açúcar,
Acrescente uma de leite
Pois terá que misturar.

Uma colher de sopa,
De fermento em pó sem dó
Seis colheres de sopa
Bem cheias de chocolate em pó,

Além disso, mais seis ovos
Da geladeira vamos tirar,
Pra na temperatura ambiente,
A clara em neve transformar.

Depois na clara em neve,
É só as gemas acrescentar,
Mexa com zelo e de leve
Junte o açúcar pra misturar

Agora é a vez da farinha,
Com a textura sedosa
Que junto ao chocolate,
Vai ficar maravilhosa.

Ponha agora o fermento
E despeje o leite também,
Esqueça o discernimento
E misture sem desdém.

Pegue agora um tabuleiro untado,
Despeje a massa bem devagar
No forno quente deite o preparado,
Deixe quarenta minutos para assar.

Faça a cobertura então se quiseres,
Uma colher de margarina pra derreter
De chocolate em pó, duas colheres,
Com um copo de leite aqueça até ferver.

Depois que o bolo estiver assado
Faça nele pequenos furinhos
Despeje a cobertura deliciosa
Pra ele ficar bem molhadinho.

Me diga agora, querida
Se não é uma brincadeira,
Sua sobremesa preferida
Ser feita desta maneira.

09/08/2011