NAVEGANTES PASSAM PELO BRASIL

UM DIA NASCERAM, COMO NÓS NASCEMOS:
PERSPECTIVAS TANTAS, SONHOS MIL.
QUE VONTADE DE SER!
DESCORTINAR O HORIZONTE MISTERIOSO, PROMISSOR!
NOS EMBALOS DA VIDA,
NA ESPERANÇA DE ALCANÇAR!

A VIDA É BELA, É DINÂMICA, É DESAFIANTE!
COMO É BOM ENVOLVER-SE, SONHAR, CONFIAR;
OLHANDO SEMPRE PARA CIMA,
NOS ENCANTOS DA ESPERANÇA,
NA VONTADE DE VENCER!

LONGE, MUITO LONGE DO BRASIL,
NASCERAM VIDAS PRECIOSAS,
HUMANAS, BEM HUMANAS COMO NÓS!
NO ENTRELAÇAR DOS DIAS,
NÃO TIVERAM, COMO NÓS,
OPORTUNIDADES TANTAS, FECUNDAS, EXCITANTES!

TALVEZ SEM PENSAR MUITO,
TORNARAM-SE MARINHEIROS!
NAVEGAR POR MARES NUNCA ANTES CONHECIDOS!
ENFRENTAR A ASPEREZA
DO MAR, DO TRABALHO, DAS PESSOAS,
DA PRÓPRIA VIDA!

SEM CONHECIMENTO DE DEUS,
SEM A ENERGIA DA FÉ,
SEM A GRAÇA REMIDORA DE CRISTO,
SEM A UNÇÃO DO ESPÍRITO…
PASSAM PELO BRASIL!

NÃO PODEMOS DEIXÁ-LOS DE MÃOS VAZIAS!
O CORAÇÃO FAMINTO:
DE PAZ, DE AMOR, DE ESPERANÇA, DE FÉ.
PRECISAMOS AJUDÁ-LOS A ENCONTRAR
O CAMINHO DA VITÓRIA,
O CAMINHO DA FÉ.

PR IVO DUTRA DE MATTOS

O autor é criador da Capelania Portuária do Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *