Morro

Moro num morro…
Aonde quase morro,
De tanto sonhar.
Sem pé, nem cabeça…
Se chega apenas,
Se, se permitir voar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *