MEU SEMBLANTE

Muito samba de raiz,
Assim meu verso diz.
E eu, aparentando tão feliz,
Canto para que meu pranto
Não se derrame, mostrando assim
Toda essa minha tristeza,
Através do meu semblante!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *