BOÊMIO REGENERADO

Já deixei a boemia,
A bebida e a farra.
Os amigos lá do bar,
Abandonei a noitada.

Não ando na madrugada
Pelas ruas a procurar,
Mais um boteco aberto
Pra beber um trago, pra prosear.

Mudei toda minha vida,
Dedicação exclusiva,
Tive que me acostumar.

Hoje sou homem de casa.
Não saio sem minha amada.
Tenho hora pra chegar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *