Pobre do pobre

a noite
silente
não encobre
o frio do pobre
barriga vazia
uma noite vazia
nada aquece
uma alma em agonia !!!

(JOSEPH KAMARGO)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *