FALSO MALANDRO.

Conversa fiada,
Conversa fiada. (BIS)
Ele diz que é malandro,
E de malandro não tem nada.

Dizia Bezerra da Silva:
Malandro é malandro,
Mané é Mané.
Malandro não carrega embrulho,
Não entra em fila pra ficar em pé.
Malandro é cobra criada,
Tira até proveito da situação,
Mas não entre em roubada
Pra não terminar indo pra prisão.

Conversa fiada,
Conversa fiada. (BIS)
Ele diz que é malandro,
E de malandro não tem nada.

Rio que tem piranha,
Jacaré nada de costas.
Quando o pau é torto,
Até a cinza é torta.
Malandro é o avião
Que voa sem bater as asas.
Mas tome muito cuidado
Que malandro demais,
Sempre se atrapalha.

Conversa fiada,
Conversa fiada. (BIS)
Ele diz que é malandro,
E de malandro não tem nada.

Quando ele chega no samba,
Ele se acha o tal,
Quer logo tirar uma onda,
Mexe com todo mundo,
Isso não é normal!
Mas já tão de olho nele,
Que é um falso malandro.
Tem gente afiando a navalha,
Logo o bicho vai tá pegando.

*Edmundo de Souza – Marcelo Maya – Selma do Samba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *