Queria… Neste dia!

Choro, pouco enxergo,
é dificil escrever…
queria alguém que segurasse minha mão
nesse minuto bem forte,
que me abraçasse,
que me dissesse no ouvido
você é alguém que eu gosto.

Que dissesse que eu era importante
de qualquer forma que fosse.
Queria alguém que me dissesse..
não.. não vai embora desse mundo,
porque preciso de você,
mas não há ninguém.

Quando eu era pequenininha
acreditava em Papai Noel.
Por muito tempo continuei acreditando
que sonhos existem…
que felicidade é possível de se achar…
que o amor constrói, não destrói.
que mentiras não devem ser ditas.

Hoje menti pra que alguém fosse feliz.
Será certo isso?
Será certo a gente abrir mão de quem a gente gosta
pra que seja feliz?
Será que você, Papai Noel, tá me ouvindo?
Não tenho pra quem mais falar.
Eu queria pedir tanta coisa pra tanta gente,
mas hoje preciso pedir uma coisa pra mim.

Se posso fazer um pedido de Natal
quero um motivo pra viver.
Um motivo pra que eu exista.
Não quero brinquedos,
quero que devolva meu amor,
meus sonhos,
minha esperança.

Talvez, quando você estiver no seu trenó,
encontre meu anjo…
ele deve ter se perdido.
Diga a ele que preciso dele,
estou muito triste e sozinha,
que ele venha e venha depressa
estou esperando… estou esperando…
estou…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *