Noite de Natal

Derrepente algo me tocou
No fundo do coração
Eu pensei que era passageiro
Era mais forte do que eu

Quem acredita no natal?
Ele realmente existe?
Seria uma criança perdida nas esquinas
Ou um velho homem com sua barba branca

Eu queria te desejar um feliz natal
Eu queria que não existisse fome
Que as pessoas descobrissem a felicidade
Que se abraçassem nesta noite tão feliz.

Eu continuo cantando
Do fundo do meu coração
Acredito que esta canção possa mexer contigo
Que possa trazer luz para quem está na escuridão

Um pouco mais e outro ano nos alcançará
Sejamos ricos ou sejamos pobres
Sejamos brancos ou sejamos negros
Sejamos irmãos e nos abracemos.

Derrepente algo me tocou
No fundo do coração
Eu pensei que era passageiro
Era mais forte do que eu

Quem acredita no natal?
Ele realmente existe?
Seria uma criança perdida nas esquinas
Ou um velho homem com sua barba branca.

Produzido por Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Janeiro de 2012 no dia 06.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *