Em algum momento

De o primeiro passo
Gaste a primeira sola,
Crie as primeiras marcas.
A vida tem dessas surpresas
Estas aventuras do acaso,
Marcas acontecem para quem vive
Não para quem apenas sobrevive.
Ouse com alguns olhares
Derrube muros com alguns sorrisos,
Deixa extrapolar alguns gritos!
A alegria não foi feita para ser guardada
Em pequenos potes ou em pequenos vidros.
Suspiros não nascem do nada
Requerem ousadia, tem que se permitir sentir,
Arriscar para poder perder
E para poder, em algum momento viver.

Caixa de sentimentos

Guarda em uma pequena caixa
Todas as tuas memorias,
Teus desejos tão ardentes.
Para que não tenham espaço suficiente
Para se acomodar, se adaptar,
Assim sem você esperar
Vai transbordar em sentimento.
Para fora do seu corpo
Fazendo você se sentir vivo,
Explodindo em sorrisos coloridos!
E não apenas um objeto
Decorativo, sem nenhum motivo,
Num mundo meio cinza
Meio dolorido.

Biografia de um Poeta

O poeta sofre calado
Ao fingir estar feliz,
Escreve poemas e versos
E tem apenas em mãos,
Papeis caneta e tinta.

Muitas vezes ele chora
Ao expressar sua dor,
E as coloca em um papel
Balbuciando palavras e
Com a caneta nas mãos
Ele as transformam em frases.

Ele conforta os corações
Dos casais apaixonados,
Transformando a dor em sorriso
O deserto em um paraíso
E os sonhos em realidade.

Quem de vós ainda não leu,
Uma linda poesia, que proclama
A liberdade e repudia a tirania,
E unindo os corações
Que já sofreram um dia.

Autor; Joaquim Gomes Alves

Sonho realizado..

Olhando em seus olhos e segurando em suas maos eu vi o passado ficando pra traz. E com o seu charme todo especial me conquistou e eu me permiti viver esse amor!
E em teu olhar pude descobrir que o sonho se tornou real e que eu posso ser feliz. Como e bom poder acordar abrir os olhos saber que tem alguem que cuida da gente mesmo as vezes sem merecer..
Nada se compara, nada e igual a ter voce comigo.
E maravilhoso acordar toda manha e saber que sou amada e que nao estou so.
E maravilhoso ti chamar: meu..
E eu quero ti falar como e forte este amor que nos mantem,nao sei como explicar, vivo o sonho realizado foi Deus que ti enviou pra revelar MEU GRANDE AMOR!!

Estrada da Vida [Recomeçar]

Lá vai o garoto cruzando a estrada com a sacola nas mãos e o boné virado, Pensando na vida e fazendo planos deixando para traz, a vida cigana, E sozinho ele pensa falando baixinho meu deus me ajude, não me deixe sozinho, A noite chegou, e o sono bateu, e na beira da estrada ele adormeceu, Ao raiar do dia, ele ainda dormia mas foi acordado por alguém que dizia, De onde tu vens, e pra onde tu vais onde tu moras, e quem são teus pais, E com lágrimas nos olhos o garoto exclamou, não tenho morada! minha mãe me abandonou, E aquele casal que estava ali parado ficaram em silêncio na beira da estrada, Pensaram, pensaram, e depois perguntaram, garoto, quer vir com a gente? E o garoto aceitou. E com um vasto sorriso, ele perguntou, Vou ter uma casa, um lugar pra brincar? posso jogar bola e também estudar? E o moço sorrindo-lhe respondeu, sim, terás uma casa e também poderá brincar, amanhã irei ao colégio para te matricular, O tempo passará e você irá crescer, terás que ser alguém na vida, ninguém nasceu para sofrer, o saber não ocupa lugar, nesta vida é preciso lutar, se você quiser vencer!

Autor; Joaquim Gomes Alves

A cantoria em um serenar

A cantoria serena
Infindos sonhos deslumbrantes.
Brisa que é só minha.
Estanca leve a sussurrar.
Alumia os pés, cantoria ao entardecer.
Prende a canção do coração.
Ao calar-te, sinto-te distante.
Se ao longe escutas, a terna suave voz.
Que a alma lhe toca, felicidade sorrir a sorte.
Sorriso exuberante extravasa a alegria.
Singeleza irradia repleta afasta a melancolia.
Teu aroma perfumado incendeia.
O dizer de um ditado, que diz,
“maravilhosamente basta.”