LÁGRIMAS DE AMOR (Edmundo de Souza)

Valeu apena esperar,
Confiar e persistir,
Acreditar, perseverar
Até o meu pranto cair,
Quando orei para pedir
A benção de você voltar,
Para meus braços outra vez
E nunca mais nos separar!

Sei que errei, me arrependi!
Eu prometi me consertar.
Pisar na bola nunca mais
E só a ti me dedicar.

Teve fim
Toda mágoa cravada no peito!
Eu fiz
O juramento de te respeitar.
Ser fiel
Na alegria e na dor
E a bonança então reinou,
Reacendeu o nosso amor,
Pra nunca mais se apagar.

Todo céu se emocionou
Ao ver, pra mim, você voltar;
Por isso que hoje choveu
Tantas lágrimas de amor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *