A Inspiração

A inspiração chega silenciosamente ela pousa
Sutilmente aconchega-se acomoda e repousa
Na rede macia no compartimento do coração
Vem de regiões distantes qual ave migratória
Busca repouso pela longa rota da sua trajetória
Assim chegou a mim a encantadora inspiração.

Abri as portas e ofereci a humilde hospedagem
Agradeceu sorridente aliviando da sua bagagem
Envolveu-me com carinho com a doce vibração
Conversamos longo tempo sobre o amor e beleza
Sobre os encantos da vida da primorosa natureza
Falou-me da sensibilidade do tesouro da afeição.

Permanecemos horas e horas nesse relacionamento
Construindo poemas pelos ideais dos pensamentos
Supliquei amorosamente que permanecesse comigo
Ela sorrindo afagou-me com sua meiguice e ternura
E disse que estará presente no coração das criaturas
Desde que um coração queira recebê-la e dar abrigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *