OUTRA CANÇÃO

Vivo só,
Sem ter ninguém pra mim.
Vivo sim,
Sem ter com quem dividir
O meu lar.

Vivo só!
Será que é a minha sina,
Pois aquela menina
Que escolhi,
Não me quis?

Na solidão
Das madrugadas frias,
Eu grito em agonia
A falta de um amor.

Porque razão,
Toda esta dor amargo?
Ante tanta tristeza, falo…
Dela em outra canção!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *