É incontrolável

Aqui estou eu procurando teu nome no google
Atitudes como essas, te juro, não me orgulho.
E pensar em todos os momentos em que passamos juntos
Deito na cama e entre as lágrimas, no travesseiro mergulho

Acordado sempre querendo te encontrar
Imaginando se voce também sente o que eu sinto
Se mesmo com o tempo e distancia entre nós
Você ainda pensa, alguma vez: como será que eu estou indo?

E essa vontade incontrolável de te ver
De andar na rua procurando o teu rosto
Sei que você não está aqui, é verdade
Mas sempre que não te encontro é um desgosto.

Queria ser como os outros e superar
Queria saber me controlar
Desapegar dessas memórias de um passado perfeito
Meu Deus, eu preciso me libertar!

Talvez você nem ao menos lembre meu nome
Talvez você se sinta completa com teu novo homem
Se for assim, meus parabéns – fico feliz por você.
Mas não me culpe por essa tristeza que me consome.

Sinto minha cabeça entrar em pane
A todo momento em que ouço alguem falar teu nome
Queria acordar, alguem por favor me chame!
Não quero mais lembrar desse nome, Rayane.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *