Nada

Nada!
Mas é um nada tão especial,
é um nada atrevido,
insinuante, sensual.

Um nada que flutua,
palpável e inconfundível,
e me ajuda
a empurrar meus dias vazios,
e te ajuda também
a preencher teu espaço incompleto.

É um nada
que se mostra de repente
e se esconde por longo tempo.

É um nada
que só a gente conhece,
só a gente sente,
só a gente partilha.

É um nada
feito de meias palavras
e de silêncios longos.

Um nada
repleto de conhecimentos
e renúncias.

Tu me sabes,
me entendes,
e não me censuras.

Sou a mesma,
tu também o és.

E é gostoso saber
deste nada entre nós.

Pensando em Você

Quando você sentir vontade de chorar…
Não chore!
Pode me chamar que eu choro por você.
Quando você sentir vontade de sorrir…
Me avise!
Que eu venho para nós sorrirmos juntos.

Quando você sentir vontade de amar…
Me chame!
Que eu venho amar você.

Quando você sentir que está tudo acabado…
Me chame!
Que eu venho lhe ajudar a reconstruir.

Quando você achar que o mundo é pequeno
para suas tristezas…
Me chame!
Que faço ele grande para tanta felicidade.

Quando você precisar de uma mão…
Me chame!
Que a minha é sempre sua.

Quando você precisar de companhia
naqueles dias tristes e nublados,
ou nos dias ensolarados…
Me chame!
Eu venho sim!

Quando você estiver precisando ouvir
alguém dizer : Eu te amo!
Me chame!
Eu digo a toda hora,
pois meu amor por você é imenso.

E quando você não precisar mais de mim…
Me avise!
Que simplesmente irei embora
pensando em você!!!

Quando Vier me Visitar

Traga flores, muitas delas…

Porém, não me traga apenas flores:
Não se esqueça de juntar a elas
A beleza do seu sorriso,
A ternura do seu olhar,
A força do seu abraço.
O calor dos seus beijos…

Quando vier me visitar,
Traga flores,
muitas delas…

Mas não esqueça de tirar-lhes
Os espinhos que machucam,
As folhas envelhecidas,
Os galhos secos,
As dores embutidas…

Quando vier me visitar,
Traga flores,
muitas delas…

Perfumadas, coloridas, alegres:
Todas parecidas com você!
Quando vier me visitar,
Traga você por inteiro…
As flores?
Nem sei se vai precisar!

Porque Fingiu me Amar ?

Por todas as vezes que você
esteve perto de mim;
Por todas as verdades que
você me fez ver;
Por todas as alegrias que
você trouxe para minha vida;
Por todo erro que vi você acertar;
Por todo o sonho que pensei
que fosse real;
Por todo amor que pensei
encontrar em você!

Eu até que serei agradecida,
por minutos de felicidade que
você me proporcionou.
Mas me deixou cair,
pensei que você havia
me visto por inteiro.

Queria ser sua força nos momentos fracos;
Queria que você fosse minha voz
quando eu não pudesse falar;
Queria que você fosse meus olhos
quando eu não pudesse ver.
Pensei que você havia visto
o melhor de mim;
Mas não levantou-me
quando precisei alcançar;
Não me deu fé para acreditar;
Eu sou tudo o que sou
porque fingiu que me amou!

Queria que me desse asas para voar;
Queria que tocasse minha mão
para eu tocar o céu;
Eu perdi minha fé,
você não há devolveu;
Você disse que nenhuma estrela
estava fora de alcance;
Eu estava perto de você
e você estava longe;
Eu tinha o seu amor, eu tinha tudo;
Eu sou grata por minutos
de felicidades que você me deu;
Eu pensava que era abençoada
por ser amada por você.

Você sempre foi para mim
o vento suave que me carregava;
A luz no escuro iluminando
seu amor na minha vida;
Você era minha inspiração;
Através das mentiras,
vi que você não era verdade;
Meu mundo é um lugar vazio
por sua causa;
Porque você fingiu que me amou?