O amor em Roma

O amor chegou Roma,
Se instalou, em soma,
Os romanos ficaram
Meio assim que, pasmos,
Não conheciam o amor,
Somente ira e ódio, Ohh,
E se encarou os romanos
E se disse, avante, vamos,
E se pensou matar o amor,
O seu corpo se tirou
Mas sua alma não,
Essa, para o céu voou,
E, de lá, diz vai voltar
Para seus amados, Ahh,
Com ele reunir-se-ão
No pós-morte, em ressurreição…

(Jose de Paula)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *