CHAMA DO AMOR VERDADEIRO

Andava perdido no mundo,
Sem rumo, sem prumo, sem direção.
Ao Deus dará,
A deriva em alto mar.

Foi quando você me encontrou,
Meu destino mudou por inteiro.
Senti arder em meu peito,
A chama do amor verdadeiro.

Tem hora que nem tendo fé!
Descrente de tudo, do mundo,
Da vida, não vou negar,
Desisti de querer lutar.

Foi quando você me encontrou,
Meu destino mudou por inteiro.
Senti arder em meu peito,
A chama do amor verdadeiro.

Clareou onde não havia mais luz,
E findou a tristeza enfim se desfez.
E de vez o sorriso encontrou seu lugar,
Você me libertou com o dom de amar.

*Júnior Parente – Selma do Samba – Edmundo de Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *