Amor possessivo

Dei-me sua mão,
sinta o calor,
não torne em vão,
o meu amor.

Não o deixarei ir,
o terei para mim,
se não quer se ferir,
faça assim.

Não será de ninguém,
apenas meu,
não pertencerá à alguém,
que não seja eu.

Te faço sofrer?
Sentir dor?
Se não quer morrer,
me dê seu amor.

(Laíse V. U)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *