Amor em outros olhos

Na solidão da noite
alegria e sofrimento
se comfrontam no pensamento.

A cada lembrança do olhar
a vontade de voutar a amar.
A cada tristeza que vouta a memoria
a lagrima que escorre na rosto.

Não sei si escrevo o que sinto
ou si nunca vou sentir aquilo que escrevo.
A final o que é o amor simples pergunata
respondida em um verso
que ja mais foi lido e que nunca sera compreendido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *